quinta-feira, 23 de junho de 2011

Um pouquinho da história da EMJP

            HISTÓRICO DA ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ DO PATROCÍNIO

            A história da escola Municipal José do Patrocínio começa no dia 3 de outubro de 1962, quando o governo do então Estado da Guanabara inaugurou o Ginásio Industrial José do Patrocínio, na rua Gustavo de Andrade, 270, no bairro do Irajá, zona norte da cidade.
            Para dirigir a nova escola criada, entrou em ação a figura do hoje conhecidíssimo professor Albor Spártaco Artese, famoso por sua atitude pedagógica firme e marcante na vida de seus alunos. Com sua postura eloqüente, o professor Albor dirigiu o ginásio industrial desde sua fundação até 1989.
            Em 1989, a professora Rosalice Cunha passou a dirigir a Escola Municipal José do Patrocínio, como passou a ser denominado o antigo “ginásio do professor Albor”, até 1992. Após esse período, Izzi Souza ocupou o cargo de diretora da escola, até 2002, sendo substituída pela professora Leila Pereira, detentora da função até 2005. Atualmente, Sonia Arrabal dirige a unidade escolar, auxiliada pela diretora adjunta, Ana Maria dos Santos Alves.
            A Escola Municipal José do Patrocínio sempre apresentou uma trajetória pioneira. Inaugurada como ginásio industrial, como já dissemos, ofereceu uma educação diferenciada para os alunos da década de 60 da zona norte do Rio de Janeiro. Nossa unidade também foi a primeira escola da atual rede municipal a implantar os projetos de Informática Educativa.   Além disso, nossos alunos sempre marcaram presença nos festivais promovidos pela Secretaria Municipal de Educação, tendo uma equipe de professores qualificados, alguns dos quais orgulhosos ex-alunos da escola. Assim, a banda escolar, o coral, a orquestra de flautas, a equipe esportiva participante das edições dos Jogos Estudantis são algumas das atividades oferecidas que impulsionam a notoriedade de nossos alunos. Atualmente, nossa unidade escolar atende a 800 alunos, todos pertencentes ao segundo segmento do Ensino Fundamental.
            Como Unidade de Extensão, conta-se com a parceria do Pólo de Educação pelo Trabalho José do Patrocínio, coordenado pelas professoras Auberisse Barcellos e Ester França, que oferece várias atividades extra-escolares aos alunos da rede municipal.
            Assim como o patrono, José do Patrocínio, figura de grande valor social, político e cultural da vida brasileira, nossa escola ruma em busca da plena educação de nossa juventude, fomentando o espírito crítico, o desenvolvimento do conhecimento e a participação efetiva na vida do país.

E você? O que tem a contar sobre a nossa escola?
Poste nos comentários, para que possamos fazer outro post com as suas opiniões!

15 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Saudades do colégio onde estudei, e de todos os queridos amigos, colegas, e namoradinhas que fizeram parte daqueles anos dourados da minha vida, os quais mantenho preservados docemente na minha lembrança.
    https://www.facebook.com/nilton.pinheiro.142

    ResponderExcluir
  4. Estudei de 1964 a 1968, fui aluno da prof. Silvia na oficina industrial, aulas de artes gráficas, cerâmica, carpintaria. Diretor era o prof. Albor , fui aluno do Dr Thiago, dava aula de ciência, o filho dele era da turma, fui aluno do grande professor de matemática Nélio, um dos responsáveis por eu ter passado para a Cefet sem fazer cursinho. Muitas saudades.

    ResponderExcluir
  5. Estudei entre 1978 e 1982. Lá fiz amigos e aprendi muito. Sem cursinhos! Guardo com carinho as lembranças das aulas de Artes Industrias, música, além das outras. E claro, dos professores João (Ciências), Wanda (Música), Ângela (Matemática), Lourdes (Português), Celeste_(Português), Júlio (Ed.Física) e muitos outros! Se pudesse voltar no tempo seria uma época que gostaria se rever!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estudei neste mesmo período..entre 78 e 82. Tenho ótimas recordações...

      Excluir
  6. Estudei entre 1978 e 1982. Lá fiz amigos e aprendi muito. Sem cursinhos! Guardo com carinho as lembranças das aulas de Artes Industrias, música, além das outras. E claro, dos professores João (Ciências), Wanda (Música), Ângela (Matemática), Lourdes (Português), Celeste_(Português), Júlio (Ed.Física) e muitos outros! Se pudesse voltar no tempo seria uma época que gostaria se rever!

    ResponderExcluir
  7. Vamos contar a história correta!
    Ginasio Industrial José do Patrocínio.
    Excelência em ensino no antigo ginásio.
    Comadado pelo rigoroso Prof. Albor.
    Onde todos os dias se entrava em forma para hastear a Bandeira Nacional e carntar o Hino do Brasil.
    Lembro tbm do professor Júlio de educação física que adorava ensinar basquete!!!!
    E tbm das aulas nas oficinas muito bom.
    Hoje não temos mais escolas no nível desta que fez parte da minha e de muitos amigos.
    Tinha um grande amigo, que era o corneteiro do colégio.
    Estêvão!!! Que fazia parte da banda de música!

    ResponderExcluir
  8. Vamos contar a história correta!
    Ginasio Industrial José do Patrocínio.
    Excelência em ensino no antigo ginásio.
    Comadado pelo rigoroso Prof. Albor.
    Onde todos os dias se entrava em forma para hastear a Bandeira Nacional e carntar o Hino do Brasil.
    Lembro tbm do professor Júlio de educação física que adorava ensinar basquete!!!!
    E tbm das aulas nas oficinas muito bom.
    Hoje não temos mais escolas no nível desta que fez parte da minha e de muitos amigos.
    Tinha um grande amigo, que era o corneteiro do colégio.
    Estêvão!!! Que fazia parte da banda de música!

    ResponderExcluir
  9. Estudei de 1965 a 1968 e tenho boas lembranças. O prof. Albor era rígido más humano. Militar que era, tinha toda a moral e força para governar um colégio em anos difíceis. Hoje é lembrado pela praça em seu nome nas imediações do colégio. Lembro do temido prof. Davi, Célia, Nélio, Thiago, Carmélia, Olinda, Ergon de ed. física, Alberto, Clara e das inspetoras Guiomar, Rogério, Argentina, seu Euclides da cantina e Ricardo Tacuchian prof. de música.

    ResponderExcluir
  10. Estudei lá entre 75 e 79, melhor época da minha vida, o professor Albor era um pai pra mim!

    ResponderExcluir
  11. Nunca imaginei encontrar algo tao maravilhoso! Isso faz parte da minha infancia/ Adolescencia! As supervisoras eram otimas. No turno da tarde tinha uma q vendia pao co. Presunto ou mortadela. Kkkkk! Mas lembrar da Alma Ilma e td de bom. Professor Nonato (Matematica). Isso sem falar nos amigos Carla Tostes, Isa, Isabel, Wania, Maria do Carmo, Fabio(grilo) etc...todas as aulS foram maravilhosas. Mas o professor Dimas....era o cara. Fui atleta do handbol feminino e ate hj guardo com carinho a medalha de prata conquistada. Bjs a tds ex alunos.

    ResponderExcluir
  12. Eu sou o Marcelo Neves Moreira, o Hulk terceiro. Estudei de 1981 a 1986. Minha professora do coração, Dilma de história. Nonato de matemática, Dnayse de português, Alma Ilma e muitos outros. Os lanchinhos dá dona Wanda. Meus melhores amigos. Simone Mascarenhas, Marcos Pereira dá Rosa, Maria da Penha Oliveira dá Silva, Jaqueline Banana e outros, muitos outros.Alessandro que hoje é diretor da escola municipal almirante Newton Braga de Farias, acompanha as ideias de um Rio Paraense. Saudades de Albor Spartaco Artese. Siempre Fidelis.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite.
    Me chamo Luciano Prata. Nasci no ano de 1984 e também estudei todo o ginásio na Escola Municipal José do Patrocínio.
    Não me recordo o ano ao certo, mas sou da época Diretora Izzi, inspetor George, professores Elizete(português), Miuquiades, Hamilton e Pierry (História), Ilmar (Matemática), Sérgio e Muniz (Artes industriais), Mário e Orisvaldo (ciências), Nilton (Ingles) tinha uma de Francês que esqueci dentre outros aliás, mas por aí vai...
    Lembro-me que na sexta série nossa escola recebeu os primeiros computadores da rede pública (foi uma febre). Eu tocava trompete na banda sob regência do Prof. Walter e tínhamos ainda aula da Professora Rosângela e Valéria de Flauta Doce. Na época a banda era formada no trompete Thiago Freitas, Messias e eu (Luciano Prata), mas cornetas graves Carlos e Wagner, na corneta aguda não me lembro, no sax Natan e Rodrigo, Clarinete karina e Tatiane, na Tuba O Sagat (não me recordo do nome dele), na caixa/tarol o Davi, Clark, Wilhame, Juliana, Paula e várias outras pessoas, no Sudão Thiago Barros, surdo pequeno a Mirna e no Bumbo Natan apenas no primeiro ano. Tinha outros instrumentistas, mas infelizmente não me recordo dos nomes.
    Hoje, dia 29 de julho de 2017, nos encontramos no funeral da mãe do nosso amigo Natan Almeida (Tia Suzana) no cemitério de inhauma e como de se esperar, até pós morte a tia semeou um bom momento em meio a dor que foi de reunir alguns amigos da época do Colégio no enterro e tivemos um bom encontro e montamos um grupo no Whatsapp e percebi que agora aos 33 anos de idade, algumas lembranças tão agradáveis se perdem em meios as dificuldades em geral nos impõe.
    Gostei bastante do blog, colei o link no grupo para o pessoal. Se possível, enviei fotos de qualquer coisa que seja da época da Diretora da Izzi (instalações, facada e etc). Nós do grupo estamos tentando sem muito sucesso. FICA MEU CONTATO (21) 98306-4433.
    Grato

    ResponderExcluir
  14. Meu Irmão Zany Franco Júnior Estudou No Patrocínio Quando O Diretor Era Professor Albor! Gostaria De Ver Fotos Da Época. Meu Irmão Faleceu Dia 5 De Novembro De 2015, Era Militar Da Marinha!

    ResponderExcluir